JARDINS

Jardim de São Pedro de Alcântara/Jardim António Nobre

Lugar muito aprazível, onde se desfruta de um dos mais belos panoramas da cidade.

 

O Jardim António Nobre (também conhecido por Jardim de S. Pedro de Alcântara) é um miradouro constituído por dois patamares ligados por escadas em pedra, suportado por uma muralha mandada construir por D. João V em meados do século XVIII. No patamar superior do jardim encontra-se um painel de azulejos reproduzindo a panorâmica do miradouro. Este patamar tem sobretudo árvores, caminhos e um lago central. O patamar inferior, com um groto embutido no muro de suporte e uma série de canteiros geométricos, foi adornado com uma série de bustos de deuses e de heróis portugueses dos Descobrimentos, entre os quais Vasco da Gama, Luís de Camões e Afonso de Albuquerque.

 

O gradeamento, que ainda hoje aí se encontra, veio do Palácio da Inquisição do Rossio. A administração deste jardim pela CML data de 1839.

Área: 0,65ha

Equipamentos: Dois quiosques com esplanada

 

Localização: Rua de São Pedro de Alcântara, Lisboa

Jardim Fialho de Almeida / Praça das Flores

Pequena praça conhecida por Praça das Flores, mas também designada de Jardim Fialho de Almeida, em homenagem ao escritor.

Área: 0,15 ha

Equipamentos: Quiosque com esplanada; Parque infantil; Lago

Localização: Praça das Flores, Lisboa

Jardim Roque Gameiro

Apesar das dimensões reduzidas é possível aqui encontrar alguns exemplares de lódão, jacarandá e tipuana. Nas imediações do jardim existem dois quiosques, um dos quais merece destaque devido à peculiaridade da sua arquitetura – apresenta seis painéis de azulejos Arte Nova, datados de 1915, da autoria de José Pinto.

 

Ao centro do jardim, encontra-se a escultura do “Homem do Leme”, de Francisco Santos.

 

Área: 0,08 ha

 

Localização: Cais do Sodré, Lisboa

Jardim Sá da Bandeira

A Praça Dom Luís, localizada no Cais do Sodré, possui um pequeno jardim, comum a algumas praças da capital. Esta praça é uma homenagem a Dom Luís I, conhecido como O Popular, devido à adoração pelo povo. Este jardim conta com frondosas e imponentes árvores.

No centro da praça fica a estátua do Marquês Sá da Bandeira, fidalgo da Casa Real e ministro de Estado, nascido em Santarém em 1795.

Área: 0,40 ha

Equipamentos: Parque infantil

Localização: Praça de Dom Luís I, Lisboa

Jardim do Príncipe Real/Jardim França Borges

O Jardim França Borges, assim designado em homenagem ao jornalista republicano do mesmo nome, é também conhecido por Jardim do Príncipe Real. Inspirado no modelo romântico inglês, é de destacar o monumental e secular “cedro-do-Buçaco”, ex-libris do jardim com mais de 20 metros, e os palacetes envolventes, testemunhos da Lisboa romântica do séc. XIX.

 

É também desta época o Reservatório da Patriarcal construído no seu subsolo, pertencente ao Museu da Água da EPAL, que se encontra no loca.

Área: 1,16ha

Equipamentos: Parque Infantil; Restaurante, Quiosque com esplanada

Localização: Praça do Príncipe Real, Jardim França Borges, Lisboa

Jardim do Alto de Santa Catarina

O Jardim do Alto de Santa Catarina, também conhecido como Jardim do Adamastor, dispõe de uma vista panorâmica sobre o rio e a outra margem. Foi construído em 1883 e tem uma imponente escultura do Adamastor, figura criada por Luís de Camões para representar as dificuldades, medos e mistérios que constituíram a passagem do Cabo da Boa Esperança.

 

A autoria desta escultura é de Júlio Vaz Júnior. Reabriu em 2013 após renovação do espaço que teve como principal objetivo a requalificação ambiental do espaço público do Alto de Santa Catarina.

 

Área: 0,13 ha

Equipamentos: Quiosque com esplanada

 

Localização: Rua de Santa Catarina, Lisboa

Please reload